Antes que você possa responder à pergunta “O que são dados estruturados?” você deve primeiro entender o que eles são. Dados não estruturados são simplesmente informações brutas. Os dados estruturados são um formato muito melhor para aprendizado de máquina e inteligência artificial, resultando em previsões mais precisas.

Além disso, os dados estruturados também são úteis para sua equipe. Isso ocorre porque é fácil de gerenciar e pode fornecer informações relevantes sobre o seu negócio. Essas informações são essenciais para o crescimento do negócio.

Qual é a diferença entre dados estruturado e dados não estruturados?

Ao discutir dados estruturados, muitas vezes eles são chamados de dados quantitativos. Esse tipo de dado é pré-definido, permitindo fácil medição e expressão em números. Por outro lado, os dados não estruturados não são pré-definidos e estão sujeitos a interpretação.

Os dois tipos de dados diferem em seu esquema de leitura e grau de conhecimento de dados. Neste artigo, veremos as diferenças entre dados estruturados e não estruturados e o que cada tipo significa.

Os dados não estruturados são a saída bruta de dispositivos e software, geralmente movidos para data lakes em sua forma original. Por outro lado, os dados estruturados foram organizados em categorias, catalogados e podem ser analisados ​​dentro de parâmetros definidos. À medida que a IA continua a evoluir, espera-se desenvolver novos recursos para a análise e mineração de dados não estruturados. Então, qual é a diferença entre dados estruturados e não estruturados?

Os dados estruturados são armazenados em um banco de dados em um formato padronizado e legível por máquina. Esses dados são armazenados em data warehouses ou data lakes. É muito mais fácil armazenar e processar do que dados não estruturados, que geralmente são armazenados em um banco de dados que não os suporta. Em comparação, os dados não estruturados não têm um formato predefinido e são difíceis de dimensionar.

Tipos de dados

Os tipos de dados estruturados são uma maneira de agrupar variáveis ​​relacionadas. Ao contrário das estruturas de dados tradicionais, que são listas simples, os dados estruturados são mais fáceis de manipular porque podem ser tratados como uma única unidade. Por exemplo, o nome, idade, sexo e notas de um aluno podem ser armazenados em uma única variável. É difícil manter a marcação artesanal em escala, portanto, os dados estruturados facilitam o armazenamento e o processamento de várias variáveis.

O primeiro tipo de tipo de dados estruturado é chamado de registro. Esse tipo consiste em vários campos e uma instância contendo um valor para cada campo. Pode ser um único registro, uma lista ou um subtipo de outro tipo. O segundo tipo de dados estruturados é chamado de array.

Ele armazena um conjunto de itens de dados que podem ser processados ​​de forma eficiente. O primeiro elemento de uma matriz é um subscrito 0 (zero). Da mesma forma, o tipo de dados CHAR armazena dados de caracteres em um campo de comprimento fixo.

Outro tipo de dados estruturados é gerado por pessoas. São dados de transações e interações com computadores, como preencher formulários online ou jogar um jogo. No entanto, algumas formas de dados estruturados estão desatualizadas e usam formatos ultrapassados, tornando-os ineficazes.

No entanto, muitas pessoas usam esses tipos de dados. E há uma variedade de usos para eles. Eles incluem identificar contas de mídia social, registrar suas compras online e muito mais.

Pesquisa do Google

Você pode verificar se suas páginas têm dados estruturados executando uma ferramenta de auditoria do site. A ferramenta identificará quais páginas estão qualificadas para ter rich snippets. No entanto, não espere ver rich snippets se você não implementar dados estruturados em seu site.

O Google não garante que você os receberá. Então, qual é a solução? Continue lendo para descobrir como você pode melhorar suas chances de obter rich snippets.

Se você está procurando uma maneira fácil de aumentar sua CTR e aumentar as taxas de cliques, os dados estruturados podem ajudar. Também pode melhorar a reputação da sua marca e ajudá-lo a dominar as pesquisas por voz.

Antes de adicionar dados estruturados ao seu site, conheça os vários tipos de marcação, investigue sua concorrência e espione seus concorrentes. Mas esteja ciente de que os dados estruturados são um processo complicado e requer experiência em CMS. No entanto, vale a pena quando você pega o jeito.

Dados estruturados podem ajudar seus eventos a se destacarem nos resultados de pesquisa. Você pode adicionar detalhes como localização, artistas e muito mais usando a marcação de eventos. A marcação aparecerá no console de pesquisa com uma propriedade importante e recomendada.

Você pode editar esses dados e torná-los mais atraentes para os usuários. No entanto, se você não quiser gastar tempo com o redesenho do site, os dados estruturados podem ser sua melhor aposta. Também não vai prejudicar o seu SEO.

Experiência de pesquisa de alta qualidade

Os dados estruturados podem ajudar empresas e sites a aproveitar melhor seu conteúdo, habilitando recursos especiais e resultados de pesquisa aprimorados. Esses resultados de pesquisa aprimorados são mais fáceis de ler, visualmente mais atraentes e têm maior probabilidade de serem clicados. O Google usa dados estruturados para fornecer aos usuários mais informações sobre o que eles estão pesquisando. Por exemplo, uma página de receita com dados estruturados pode exibir uma imagem do prato, bem como o tempo de cozimento, temperatura e calorias.

Os mecanismos de pesquisa usam dados estruturados para entender e usar melhor o conteúdo. Ao codificar o conteúdo em formato estruturado, ele o torna mais detectável pelos mecanismos de pesquisa e, potencialmente, acessível a outros dispositivos, como dispositivos móveis. Também libera o significado do conteúdo de sua apresentação visual, facilitando a compreensão e o uso dos mecanismos de busca.

Esta é uma boa notícia para os proprietários de sites e profissionais de marketing. Para implementar dados estruturados em seu site, você pode começar registrando-se no Google Meu Negócio e adicionando o máximo de informações possível.

Diretrizes de conteúdo

Em suma, dados estruturados são um código que descreve informações em uma página da web. Ele pode ser usado para direcionar os mecanismos de pesquisa a detalhes como disponibilidade de produtos e avaliações de usuários, bem como detalhes de eventos, incluindo data, local, programa, preços de ingressos e muito mais.

Para cada tipo de conteúdo, os dados estruturados têm elementos individuais. Esses elementos podem ser adicionados à página da Web de várias maneiras. Por exemplo, você pode adicionar um snippet de avaliação a páginas de produtos individuais, mas não à página inicial.

Além das diretrizes para a estrutura dos dados estruturados, o conteúdo de cada elemento deve ser relevante para o conteúdo da página. Por exemplo, se o nome de um artista aparecer em uma resenha, a marcação JSON-LD deve descrever esse artista. Você não deve incluir avaliações falsas ou outro conteúdo relacionado ao artista. Você também deve evitar se passar por qualquer pessoa e não usar dados estruturados para promover pedofilia, violência ou bestialidade.

Quais formatos de dados estruturados existem?

Existem dois tipos principais de dados: estruturados e não estruturados. Os dados estruturados têm uma estrutura predefinida, que é usada para facilitar a análise e a geração de relatórios. Dados não estruturados são dados que não são armazenados em um banco de dados ou categorizados logicamente.

Os dados não estruturados podem variar muito, pois podem estar em qualquer formato de arquivo. Exemplos de dados não estruturados incluem e-mails, postagens de mídia social, bate-papos e imagens.

Os dados estruturados são apresentados como texto ou números de maneira padronizada. Os dados armazenados em formatos estruturados são fáceis de ler e entender. Mais comumente, os dados estruturados vêm na forma de CSV ou XML.

Os dados não estruturados são apresentados em várias formas, sem modelo de dados predefinido. Além de números e texto, os dados não estruturados também podem ser vídeo, áudio ou sensores. Esses formatos podem ser usados ​​de várias maneiras e podem variar muito dependendo da fonte de dados.

As diferenças entre dados estruturados e não estruturados são amplamente baseadas no tipo de dados que eles armazenam. Enquanto os dados não estruturados são essencialmente dados que contêm informações que podem ser usadas para análise, os dados estruturados têm algumas vantagens significativas.

Os dados semiestruturados geralmente contêm sistemas de marcação e marcadores identificáveis ​​para ajudar a pesquisá-los e recuperá-los. Fotos de smartphones, por exemplo, são exemplos de dados semiestruturados.

Eles contêm imagens não estruturadas, mas são marcadas com local e hora. Os dados semiestruturados são um híbrido entre dados não estruturados e estruturados. XML, CSV e JSON são exemplos de dados semiestruturados.

Diretrizes de qualidade

Os dados estruturados são codificados usando marcação na página. Deve descrever sobre o que é a página. Você deve evitar codificar dados estruturados em páginas em branco ou que não contenham informações visíveis para os usuários.

As diretrizes de qualidade para dados estruturados podem fornecer diretrizes técnicas e de qualidade sobre como escrever esses dados. Abaixo estão listadas algumas dicas para ajudar você a criar um site estruturado rico em dados. Para começar, certifique-se de entender a estrutura dos dados estruturados.

Não use dados estruturados para atividades ilegais, conteúdo que promova danos ou conteúdo duplicado. Use dados estruturados na página que descreve o conteúdo, não páginas duplicadas. Não use dados estruturados para promover pedofilia, violência sexual, bestialidade ou discurso de ódio direcionado.

Em vez disso, certifique-se de que seu site esteja livre de conteúdo duplicado e use apenas dados estruturados para descrever seus produtos e serviços. Além disso, certifique-se de que as imagens em seus dados estruturados sejam amigáveis ​​aos mecanismos de pesquisa e indexáveis.

Elementos em uma página

Se sua página usa dados estruturados, os mecanismos de pesquisa saberão o que exibir corretamente. Por exemplo, se sua página contém conteúdo sobre filmes, os dados estruturados devem indicar o gênero, o autor e a data de publicação. Essas informações ajudam os mecanismos de pesquisa a personalizar a experiência do usuário.

Por exemplo, um site de cinema exibiria dados estruturados em suas resenhas de filmes. Um blog de resenhas de filmes usaria dados estruturados em suas postagens para informar aos usuários o nome do autor e quando foram publicados.

O Google usa dados estruturados para entender melhor as páginas da Web, fornecendo pistas explícitas sobre o que a página contém. No entanto, isso não garante melhores resultados de pesquisa, pois o Google decidirá se inclui ou não determinados recursos e como validá-los. No entanto, é importante incluir dados estruturados em sua página se você quiser melhorar

Write A Comment

AllEscort